: +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628
contato@capadociadigital.com.br
 
  • contato@capadociadigital.com.br
  • +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628

E agora Snapchat?

Home » Mídias Sociais » E agora Snapchat?

E agora Snapchat?

Como todo adolescente que deseja mostrar do que é capaz e que realmente deseja crescer, a empresa Snap Inc., criadora do Snapchat, vem mostrando que apesar da pouca idade, já está amadurecendo e possui potencial de mercado.

Nas últimas semanas, a empresa anunciou uma sede internacional, a parceira com o Uber e a entrada e lançamento oficial de seus óculos com câmera inteligente, se posicionando no mercado de realidade virtual. E ainda sim, apesar desse esforço, está sendo acusada de maquiar dados.

Na primeira semana de Janeiro um ex-funcionário da equipe responsável pelo crescimento do aplicativo, Antonio Pompliano, decidiu abrir um processo contra a empresa, e segundo ele, isso se deve a sua demissão por ter se recusado a participar de um plano de fraude e mascaramento de informações.

Essa ação judicial pode prejudicar a empresa, já que foi anunciada a iniciativa de abertura do capital da gigante, com uma oferta pública inicial gerando em torno de U$ 4bilhões em ações, avaliando a companhia entre U$20bilhões e U$ 35bilhões. Para os investidores o APP divulgou uma expectativa de receita publicitária girando em torno de U$ 1bilhão em 2017.

Toda essa situação pode gerar certa desconfiança no mercado publicitário, como por exemplo, o questionamento de métricas de visualizações de vídeo no Facebook, que apesar de sair ileso, poderia ter uma crise de imagem perdendo uma parte do mercado, e agora está comprometido em avançar nas métricas mais assertivas. O Snap Inc divulgou que hoje a plataforma alcança 150 milhões de usuários.

Para especialistas, esses casos podem trazer à tona aos anunciantes uma série de mudanças e correções em seus relatórios diante de seus clientes, principalmente para as grandes marcas. Para outros é necessário que as ferramentas se comprometam a reverem as métricas de forma mais assertiva e com total cuidado para que não respingue nos clientes e cause um impacto maior no mercado.