: +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628
contato@capadociadigital.com.br
 
  • contato@capadociadigital.com.br
  • +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628

O Sudeste como líder de mercado no e-commerce.

Home » E-Commerce » O Sudeste como líder de mercado no e-commerce.

Na contramão da crise em relação a outros setores, o e-commerce continua crescendo e visando um mercado cada vez maior e com intensidade máxima. As perspectivas para o próximo ano já são de superar os valores do ano passado.

Segundo a Xtech Commerce, plataforma de e-commerce inteligente que trabalha de maneira multicanal, a região Sudeste do país está em primeiro lugar quando o assunto é abertura de novas lojas virtuais com 78%, em segundo lugar está o Sul com 10% e Centro Oeste com 5,9%.

Os números desse resultado podem ser explicados através de características demográficas e econômicas uma vez que a região Sudeste possui o maior número de habitantes, além de ser um dos principais polos econômicos do país.

Além disso, outros números foram divulgados como os nichos estão aos poucos se distribuindo e ganhando destaque no mercado. As lojas virtuais de moda já representam a maior parte com 30% no ranking geral, já em segundo lugar está o segmento de beleza, com 19%. Atrás deles está o setor automotivo com 18%, de decoração com 11%, de serviços com 8%, de pet com 7% e de saúde com 6%.

Pode-se justificar o primeiro e segundo lugar através das buscas por esses produtos que são mais consumidos e as lojas on-line dão um conforto a mais para quem procura e compra através de aplicativos ou site adaptados para mobile. Como já falamos em algumas matérias anteriores, o consumidor cada vez mais faz caminhos contrários, indo da loja física para virtual ou vice-versa. A comodidade e a grande busca por esses produtos dá a certeza de crescimento ao nicho de moda e beleza.

Alfredo Soares, sócio e fundador da Stich Comece, enfatiza que esse mercado vem crescendo cada vez mais e ainda pode ser muito explorado. Apenas em sua plataforma, ele detectou um aumento de 20% na abertura de novas lojas virtuais em 2015, e prevê ainda uma taxa ainda maior para esse ano, chegando a 30 mil sites de vendas.

O mercado de lojas virtuais vem crescendo em ritmo acelerado. Segundo a Associação Brasileira de Ecommerce (ABComm), em 2015 movimentou 48,2bilhões e cresceu 22%. Para 2016, está previsto um aumento de 18% e um faturamento de 56,8bilhões.