: +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628
contato@capadociadigital.com.br
 
  • contato@capadociadigital.com.br
  • +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628

Como não se tornar "chato" fazendo Remarketing

Home » Marketing Digital » Como não se tornar "chato" fazendo Remarketing

Para quem não sabe, remarketing significa “divulgar novamente”. Trata-se de uma ótima ferramenta oferecida por diversas plataformas de mídia digital que utilizamos para reconquistar clientes, ou mesmo alcançar pessoas que já tiveram algum contato com a marca.

Acontece, no entanto, que devido a utilização desta técnica em larga escala e de maneira não estratégica, o uso do remarketing se tornou invasivo e desagradável, passando a sensação de perseguição em relação ao usuário.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Adobe nos EUA, 74% das pessoas afirmaram se incomodar com o fato de se sentirem “seguidas” pelas empresas, baseado em seus comportamentos e que elas não gostam de serem lembradas a força dos lugares que navegaram pela internet. E isso fica pior: a maioria dessas pessoas consideram que este tipo de publicidade passa da linha da customização e entra na invasão de privacidade.

Falar com quem já comprou ou até quem não comprou e bombardear a mesma mensagem várias vezes não vai gerar resultados relevantes. Muito pelo contrário, isso só causará uma má impressão do cliente sobre a sua marca.

É preciso ter muita cautela e se utilizar das campanhas de remartketing de forma estratégica. Colocar, por exemplo, um limite de impressões diárias para uma pessoa, oferecer descontos e conteúdos atrativos, não só para vender, mas para estreitar relacionamento a fim de ajudar esse cliente potencial a optar por você no momento que ele precisar.

As possibilidades são diversas. É possível, por exemplo, oferecer promoções de espetos e artigos para churrasco para quem buscou ou comprou uma churrasqueira, e ainda segmentar em uma campanha de Facebook Ads para quem curte a Página de determinado time de futebol que joga no sábado, fazendo um anúncio do tipo “Sábado seu time vai estar em campo. Vai ter churrasco com a galera?”. Fica bem menos intrusivo do que aquele anúncio de tênis que você viu mil vezes e as vezes num preço mais barato até do que você comprou e se irritou.

É possível contar uma história com remarketing. Montar uma sequência de vídeos e fazer o vídeo 2 aparecer para quem viu o 1. Dá para falar com quem já comprou, com quem não comprou ainda, com quem acessou determinadas páginas e não acessou outras, com quem acessou seu site pelo Google, ou por e-mail marketing, entre outros.

Em resumo, a técnica é extremamente eficiente se trabalhada de forma estratégica, pois é possível escolher para qual visitante do site aplicar o remarketing, com qual objetivo, por quanto tempo, e combinar as ações. Não é só aparecer, por aparecer.  Tudo depende do objetivo do cliente e deve ser feito de forma estratégica.