: +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628
contato@capadociadigital.com.br
 
  • contato@capadociadigital.com.br
  • +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628

Redes sociais em empresas B2B: Como investir?

Home » Mídias Sociais » Redes sociais em empresas B2B: Como investir?

À primeira vista, a presença de empresas B2B nas redes sociais pode parecer irrelevante. No entanto, apesar de se tratar de uma estratégia que propõe um maior cuidado no planejamento e na execução, possui uma alta taxa de retorno se praticada de maneira assertiva, pois a presença digital, sobretudo para empresas que prestam serviços para outras empresas, requer mais do que criar uma página no Facebook e publicar conteúdo exclusivo sobre seus produtos ou serviços.

Empresas B2B que falam apenas sobre seus produtos e serviços estão fazendo um uso completamente equivocado das redes sociais. Fazer marketing nesses espaços significa engajar audiências, saber ouvir e buscar estabelecer relações cada vez mais próximas para gerar ou manter clientes.

Para isso, primeiramente, é preciso pensar de maneira menos corporativa e mais humana. Embora exista uma errônea premissa de que a comunicação de empresas B2B deve ser direcionada para empresas, na verdade, essa comunicação deve ser para pessoas. Esses profissionais que trabalham nas empresas é que são seus clientes ou potenciais clientes. É o contato com eles que irá gerar a credibilidade e a aproximação que sua empresa precisa para estabelecer negócios.

A definição exata de quem é esse público, seja ele um profissional de compras ou RH, é fundamental para tornar a comunicação mais assertiva e rentável. Como o público B2B é mais restrito, permite que você tenha mais foco na sua comunicação. Portanto, identifique exatamente o perfil desse público, entenda as suas necessidades e pense como poderá impactá-lo de maneira relevante.

O segundo passo é definir quais redes sociais utilizar. O que faz sentido na sua área de atuação? LinkedIn, Facebook, Twitter? Para cada uma dessas plataformas, procure pensar em  todas as possibilidades que essas redes sociais proporcionam às empresas. É preciso pensar além da tradicional página institucional, avalie criar grupos ou comunidades de interesses em comum para seu público, alimentar esses profissionais com informações e conteúdo relevantes, como infográficos e e-books, e investir em mídia paga para potencializar o alcance da mensagem. Isso fará com que sua comunicação seja mais pertinente, gerando engajamento e aproximação com o seu público, o que certamente irá melhorar sua reputação e sua autoridade no mercado.

Por fim, foque em resultados. Segundo a pesquisa B2B Content Marketing Trends 2014, realizada com profissionais de marketing de grandes empresas B2B do mundo inteiro, 71% dos esforços de marketing de conteúdo e redes sociais destes profissionais na web é para geração de leads. Metade dos entrevistados apontou como objetivo também a educação do mercado e posicionar a empresa como referência em sua área. Portanto, não inicie suas atividades nas redes sociais só por iniciar. Tenha objetivos claros, mensure os resultados e otimize suas ações, a fim de que tais esforços possam te trazer resultados cada vez mais relevantes e efetivos a longo do tempo.