: +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628
contato@capadociadigital.com.br
 
  • contato@capadociadigital.com.br
  • +55 11 9 4201.4125 | 11 9 9116.9628

Redes Sociais: Qual delas utilizar na minha empresa?

Home » Mídias Sociais » Redes Sociais: Qual delas utilizar na minha empresa?

Já não é nenhuma novidade que o Brasil é um dos países com maiores índices de uso de internet no mundo. E no caso das redes sociais, essa constatação é ainda mais evidente: em 2013, nos tornamos o segundo país com maior tempo de uso do Facebook no mundo. O mesmo vale para o Twitter, desde 2012, e o YouTube, desde 2014.

Segundo pesquisa do ComScore, 90,8% dos internautas brasileiros acessam redes sociais. Facebook, Youtube, Twitter, LinkedIn, Google+, MySpace, Foursquare, Instagram. Entre milhares de outras plataformas, estas podem ser consideradas as redes sociais mais utilizadas no Brasil hoje. Porém, com tantas opções, é muito comum a dúvida sobre qual delas utilizar na estratégia de marketing digital das empresas.

Para a sua marca se comunicar eficientemente com potenciais e atuais clientes dentro dessa imensa comunidade, é fundamental selecionar bem as redes sociais. Para isso, é preciso analisar o perfil do público da marca e também o perfil do público de cada plataforma.

Ações nas plataformas corretas ampliam as possibilidades de retorno, à medida que contribuem em uma segmentação mais assertiva, o que evita esforços depositados em outras frentes pouco eficazes. Antes de lançar sua campanha aos sete ventos, é importante atentar-se para a plataforma e o público que podem se adequar melhor em sua estratégia. Confira, abaixo, um resumo do perfil do público das principais redes sociais realizado pelo “Sitepx” e identifique as que melhor se encaixam em seu negócio.

Facebook

A rede fundada de Mark Zuckerberg fideliza cerca de 71% dos internautas nos Estados Unidos. A classe feminina é a que mais a utiliza, 76% delas usam, contra 66% dos homens. Quanto à classes sociais, o público é bem distribuído. Tanto a classe média mais alta quanto a mais baixa atingem a marca de 76% de dedicação, seguido da classe mais abastada com 69% e a mais baixa com 68%.

Jovens e adultos são os principais usuários da rede. 84% dos internautas entre 18 e 29 anos de idade utilizam o Facebook e a faixa etária entre 30 e 49 anos passa perto com 79%. Porém, o público mais velho ainda não aderiu de vez. Na faixa entre 50 e 64 a proporção cai para 60% e acima dos 65 anos para apenas 5%.

Linkedin

O segundo lugar já apresenta uma grande queda na fatia de internautas americanos, 22% usa a rede. A preferência, dessa vez, é dos homens. 24% dos homens utilizam a rede, contra 19% das internautas. E neste caso, o público jovem é mais rarefeito. As principais fatias ficam para os grupos entre 30 e 49 anos (27%) e de 50 a 64 (24%). E o LinkedIn é a rede social favorita dos usuários acima de 65 anos! 13% dos usuários sênior utilizam a rede, a maior porcentagem para a faixa etária.

O LinkedIn se mostra uma rede elitizada. É procurada principalmente por usuários de maior poder aquisitivo, 38% e, de preferência, com pelo menos uma pós-graduação, 38%. No que diz respeito a gêneros, a rede é bem equilibrada. 24% dos internautas homens usam, as mulheres estão presentes em 19% dos cadastros.

Twitter

Uma disparidade entre o público americano e brasileiro surge quando se fala em twitter. Lá fora, o microblog conta com 18% do total de usuários da internet, atrás dos 21% do LinkedIn e do Pinterest. No Brasil, o Twitter só fica atrás do Facebook e do Google . Mas o perfil do usuário ainda é parecido.

A principal característica do Twitter é ser voltado para o público jovem, 31% dos internautas até 29 anos utilizam a rede. Em termos de classe social, gênero e escolaridade os números são bem equilibrados.

Instagram

A rede voltada para fotografias atrai 17% dos internautas americanos, não ficando muito atrás do Twitter e Linkedin. É, também, uma rede bem equilibrada em termos demográficos, mas com algumas características de destaque. Para começar, o Instagram atrai mais mulheres (20%) do que homens (15%).

O interesse pela rede diminui com a idade. O público jovem (até 29 anos) atinge uma marca de 37% dos internautas, a fração diminui para 18% na faixa até 49 anos e é quase nula para usuários mais velhos. Lembre-se, no entanto, que o Instagram é voltado para empresas que possuam material de imagem.

Tumblr

A porcentagem baixa de usuários do Tumblr talvez espante marqueteiros e administradores, apenas 8% dos internautas utilizam a rede. No entanto, não se pode ignorar a fidelidade dos internautas jovens (13%) e de classes média e alta (6% e 8%). Se sua empresa não é voltada para esse público, no entanto, o Tumblr é não é a melhor alternativa.

Com essas, o estudo já cobre as principais redes sociais utilizadas no mundo. Há ainda o Pinterest, que é uma rede social emergente entre os usuários brasileiros. É interessante notar que o site não fez a análise do Google Plus, mesmo ele tendo números totais semelhantes aos do Facebook. O motivo disso deve ser a falta de engajamento na rede, já que muitos usuários são forçados a criar um perfil na rede social para acessar o Gmail, mas não utilizam o Google Plus.